Dona Cegonha Mora ao Lado

"Curiosa para saber de onde vêm os bebês, a pequena menina acredita que sua vizinha é a própria cegonha ou que ela tem uma fábrica de bebês."

 

"Quando pensei em contar esta história sobre um assunto tão delicado, decidi que o faria de um jeito diferente. Eu queria dizer sem falar nada, sabe? Para isso, tive de mergulhar no universo infantil e ver através do olhar da menina protagonista. Não foi tarefa fácil, mas muito divertida. Espero que você se divirta tanto quanto eu."

(Flávia Côrtes) 

 

 

Trecho do livro:

"- Mamãe, de onde vêm os bebês?

É engraçado como os pais ficam apavorados quando perguntamos isso pela primeira vez.

Minha mãe ficou. E muito. Chegou a se engasgar com o café da manhã. Meu pai, do outro lado da mesa, largou o jornal e correu para acudi-la.

Quando tudo passou, perguntei de novo:

- Mamãe, de onde vêm os bebês?

Aí foi muito estranho, porque os dois se olharam de olhos arregalados. Papai se encolheu devagarinho por trás do jornal, mamãe olhou para ele de cara feia, virou-se para mim com um sorriso no rosto e gaguejou, gaguejou... Mas eu não entendi nada.

- É... bem... ééééé... eu... nós...

Fiquei olhando para ela, ansiosa pela resposta, mas a campainha atrapalhou. Era a Neide, que chegava para cuidar da casa."

 

Editora Cortez   2013

Ilustradora Suppa

24 páginas

ISBN 9788524921421

Leitor em Processo - a partir de 6 anos

Temas Transversais: Curiosidade, imaginação, autoconhecimento.

 

 

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube