Livros traduzidos

"A coisa mais legal de ser tradutora é poder recriar um texto que gostei de ler no original. A emoção de ver um trabalho pronto é quase tão grande quanto a que sinto ao terminar um livro de minha autoria. O tradutor, afinal, é também autor daquele texto, mas em outra língua. A tarefa não é fácil, já que é preciso manter o estilo do autor original, encontrando termos em português e, muitas vezes, gírias e expressões, que substituam os originais mantendo o mesmo tom e sentido. Uma tradução literal (ao pé da letra) pode arruinar um texto".

Leia aqui a entrevista de Flávia para os fãs da série Reiniciados.

2138_edited.jpg
2185.jpg
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube

Copyright © 2019  Flávia Côrtes