Quando Tudo Acontece de Repente

 

Há momentos em que tudo acontece de repente. Num piscar de olhos parece que tudo muda. Dentro e fora da gente. O mundo fica complicado. Tudo o que se quer é uma explicação. São mil perguntas sem respostas. Solidão. Vontade de gritar. Há necessidade de um tempo. Só que ninguém no planeta consegue nos entender. E isso pode durar alguns instantes ou uma eternidade. É um alívio descobrir que não somos os únicos a ter essa sensação.

 

Antologia de Contos - Trecho do conto "Álbum de Família"

 

“Não tenho nada a ver com essa família mesmo. (...) Minha mãe é a perfeição em pessoa, dizem. Linda, fina, elegante, bem sucedida – é advogada – manda em uma porção de homens.  Dessa parte eu gosto, mas não consigo entender porque só ela tem bom gosto, só ela sabe se arrumar, se comportar. Por que eu tenho que ser igual a ela? Eu sou eu e pronto. Não tenho que ser igual a ninguém. Na verdade eu acho que ela tem um mau gosto terrível. De vez em quando, ou de vez em sempre, fica tentando me empurrar umas daquelas roupas de velha que ela compra pra mim. Iguais as dela. Eu heim? Deus me livre! (...)

 Até minha melhor amiga acha que minha mãe é tudo. E daí se eu não tenho aquele cabelo dourado e escorrido dela? E daí se eu não tenho aquele nariz arrebitado? E daí se eu não tenho aqueles olhos verdes?

Ai, meu Deus!!!! Será que eu sou adotada?!” 

 

Editora Larousse 2007

Ilustrador Daniel Kondo

72 páginas        V.1

ISBN 9788576352860

Antologia de contos Juvenis

Org. Ana Claúdia Ramos

​Coleção Entretempos

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube